Agendamento online

Aberto para visita espontânea das 7h às 19h de Segunda a Domingo

Visitas mediadas sob agendamento de Segunda a Sexta das 9h às 17h

Venha Conferir!

Explore o modo como analisamos e estudamos o clima através de instrumentos e objetos expositivos do pátio.

Painel do Tempo

Cada três colunas que compõem este objeto representam uma semana do ano e a sua cor foi composta pela mistura de uma porção de areia colorida para um dos últimos 20 anos.
Faça assim: Observe de longe o objeto e tente a partir dessa percepção descrever como varia a temperatura máxima e mínima em Campinas ao longo de um ano. Observe de perto cada uma das colunas e note que elas são compostas por grãos de areia de diferentes cores apesar de, ao longe, notarmos apenas uma cor resultante. O que mais? Observando de longe, tente descobrir o que varia mais: as temperaturas mínimas ou máximas. Quais são os meses em que a temperatura máxima e mínima são mais distantes? E mais próximas? Observando de perto, tente descobrir qual e a época do ano em que ocorre maior variação nas temperaturas máximas e nas temperaturas mínimas.

Painel da Chuva

Cada coluna que compõe este objeto representa a quantidade real de chuva em milímetros em cada uma das 52 semanas do ano, nos últimos 20 anos em Campinas. A altura de cada pastilha em uma coluna representa a quantidade real de chuva que ocorreu em cada semana do ano. Olhando de perto você pode ver as informações específicas sobre a quantidade de chuva em cada semana nos últimos 20 anos e olhando de longe, você vê o panorama geral das chuvas em Campinas.
Faça assim: Você pode saber exatamente quantos milímetros de chuva ocorreram em Campinas em cada uma das semanas nos últimos 20 anos. Por exemplo, na nona semana de 2005 choveu cerca de 40 min. Para obter essa informação, veja qual deve ser a cor da pastilha referente a 2005 na legenda à esquerda, depois identifique a nona coluna. Agora, identifique a pastilha de 2005 na coluna e então estime a sua altura. Note que algumas colunas não têm todas as pastilhas. Por quê isso ocorre?


O que mais?
É possível identificar as estações do ano observando esse painel? Háalguma mudança significativa no volume de chuvas entre os anos representados no objeto? Estime o total de chuva que incidiu em Campinas nos últimos 20 anos.

Pluviômetro

Pluviômetro é o nome dado ao instrumento capaz de registrar a quantidade de chuva que incidiu em certa região durante certo período de tempo. Ele é composto por um tubo graduado no qual podemos ler o número de milímetros de chuva registrado.
Faça assim: Os tubos deste pluviômetro têm formatos diferentes, mas será que isso interfere no registro que cada um faz? Verifique a altura da coluna de água em cada um dos tubos. Pode-se dizer que ela variou significativamente de um para outro? Por quê? Dentre os tubos disponíveis, qual deles possui um maior volume de água? Ele também tem a coluna de água com maior altura? O que mais? Você já percebeu que a quantidade de chuva é dada em milímetros, uma unidade de comprimento, e não em uma unidade de volume como litros ou milímetro cúbicos? Por quê?


Heliógrafo

O Heliógrafo é um instrumento capaz de registrar o período e a intensidade de incidência solar no local em que está instalado. A sua esfera de vidro concentra os raios solares na calha. Logo abaixo deve ser colocado um papel especial que queima à mediada que recebe os raios solares.

Faça assim:
Coloque as imagens disponíveis no lado do objeto no painel e, usando o ponteiro, veja o registro feito pelo heliógrafo e a posição do Sol no céu naquele exato momento. Para as diversas imagens disponíveis, tente descobrir: A que horas o Sol nasceu e a que horas o Sol se pôs . Sabendo isso, em que época do ano esse registro foi feito?


O que mais?
O heliógrafo pode ser usado como um relógio? Porque as horas estão gravadas da direita para a esquerda? Para cada época do ano a fita de papel utilizada para registrar a incidência de luz solar tem um formato diferente. Por quê?


Termômetro de Galileu

O funcionamento deste termômetro é baseado na variação que ocorre na densidade da água à medida que a sua temperatura varia. A água (ou outro líquido qualquer) tem a mesma densidade no tubo e nas bolhas. O seu segredo está no peso de cada uma das medalhinhas metálicas, que são ligeiramente diferentes para que as bolhas afundem ou flutuem de acordo com a temperatura ambiente.Para saber a temperatura em um deles, leia o valor indicado na plaquinha de metal da última bolha que emergiu dentro do tubo.
Faça assim:
Note que a cor de fundo dos compartimentos é diferente e cada um deles está virado para um lado. De que forma essas variáveis interferem na temperatura registrada pelos termômetros?


O que mais?
Um termômetro de Galileu consegue registrar qualquer temperatura do globo terrestre?Observando a posição das bolhas no líquido responda se a densidade da água aumenta ou diminui com o aumento da temperatura? Que temperatura o termômetro marca neste momento?


Manômetro

Manômetro é o nome dado aos instrumentos capazes de medir a pressão de um fluido, como líquidos e gases em um ambiente fechado. Em um sistema como esse, quanto maior a pressão na base do tubo, maior será a altura da coluna de água. Faça assim Perceba que há dois ambientes no manômetro: um em que a área de superfície de contato do líquido com o ar é maior, e outro em que ela é menor. Ao pressionar o botão, ar será injetado na base dos tubos, empurrando a coluna de água dos recipientes. De acordo com a variação dessa coluna d’água, é possível medir a pressão realizada pelo ar injetado. Quanto mais alta a coluna, maior a pressão! Perceba que, como a pressão é inversamente proporcional à área de contato, a coluna d’água que mais ganha altura é aquela em que a superfície de contato com o ar é menor. O que mais? Existe um limite de pressão que possa ser medido por esse manômetro? Quais fatores externos poderiam influenciar nessas medidas?

Objetos Populares

Instrumentos de medição de temperatura, umidade do ar, direção do vento, pressão, podem ser facilmente encontrados no comércio e em nossas casas. É muito comum uma mudança de significados ou sentidos nesses instrumentos ao assumirem papéis diferentes daqueles para os quais foram concebidos. Por exemplo, o Barômetro de Cerveja: Apesar da função de um barômetro ser calcular pressão, neste caso é aproveitado apenas o seu nome, que dá uma noção de instrumento de medida, para medir o quanto de cerveja já foi consumido. Outros desses casos podem ser visualizados neste painel: Pluviômetro: Apesar de ter como principal função media a quantidade de chuva, através da altura de água acumulada nele, pode servir também como enfeite. Barômetro: Um barômetro mede a pressão atmosférica. Quanto maior a pressão, mais alta será a coluna d’águadentro do recipiente, mas também pode ser utilizado com objeto estético, ou ainda, lúdico, como no caso do “ Barômetro da cerveja”. Termômetro: Utilizado para medir temperaturas, o tipo mais comum é o de mercúrio, baseado na dilatação desse material. Quanto maior a temperatura, maior a coluna de mercúrio. Termômetros em formato de casinhas ou chaveiros também acabam tendo o enfeite como principal função. Higrômetro: Para medir a umidade relativa do ar, usa-se um higrômetro. Pode-se usar substâncias químicas que reagem com a água presente no ar (Sal azul de Colbato II, no caso do “Galinha do Tempo”) ou ainda calcular a velocidade de evaporação da água. No caso deste painel, podemos perceber que o Galinho é um objeto cuja principal função não é exatamente medir a umidade do ar, mas sim figurar como enfeite.


Voltar